Soluções Alternativas para Cuidado da Saúde Mental

Um paciente com distúrbio psicológico geralmente recebe seus tratamentos por meio de medicação e serviços de uma instituição ou instalações de saúde mental.

No entanto, os defensores da Medicina Complementar e Alternativa acreditam que existem abordagens menos intensivas e mais holísticas que podem ser prestadas a esses pacientes em conjunto com seus tratamentos médicos.

Enquanto eles não têm aprovação terapêutica aprovada e não há provas conclusivas de que essas alternativas realmente funcionam, elas têm sido praticadas há anos e produziram resultados positivos significativos em seus próprios campos.

Aqui estão as soluções alternativas sugeridas para os cuidados da saúde mental:

Abrandar

Fatores de estresse diários contribuem para o desenvolvimento de vários transtornos mentais.

De fato, o estresse em si é considerado uma ameaça à saúde mental.

Isso perturba o sono, o pensamento e o descanso, e geralmente afeta a maneira como funcionamos todos os dias.

Assim, sugere-se adotar vários métodos que ajudarão a diminuir e gerenciar esses fatores negativos aos quais estamos expostos todos os dias.

Biofeedback – Este método é normalmente usado no tratamento de distúrbios de saúde mental, como fobias, pânico e ansiedade.

Isso funciona controlando o funcionamento muscular involuntário, como a temperatura da pele e a frequência cardíaca, e controlando a tensão muscular.

Massagem terapêutica – Este método avança a crença de que o toque, esfregar e escovar a pele e os grupos musculares poderiam aliviar as emoções reprimidas e a tensão interna.

Pessoas que sofrem de casos graves de estresse e distúrbios pós-traumáticos são geralmente aconselhados a tomar massagem terapêutica regularmente.

Visualização – Outro método para diminuir a tensão e o estresse é redirecionar a percepção e as técnicas individuais na visualização.

Isso funciona entrando em um profundo estado de relaxamento, onde a pessoa poderia criar imagens relaxantes e “amigáveis” que irão contribuir para o seu bem-estar e diminuir a ocorrência de pensamentos indesejados que são prejudiciais à saúde mental.

Abordagens alternativas tradicionais

Ayurveda – Importado da medicina tradicional indiana, Ayurveda é uma abordagem holística para cuidar de sua saúde mental.

Isso procura equilibrar as energias do corpo e não os sintomas que afetam o corpo.

Este sistema de tratamentos tradicionais inclui yoga, uma solução alternativa amplamente praticada no mundo ocidental nos dias de hoje.

Yoga faz uso de posturas, exercícios, alongamentos e meditação para alcançar o equilíbrio das energias do corpo.

Abordagens nativas americanas – Rituais de limpeza e cantos fazem parte dos Programas de Serviços de Saúde Indígenas que são focados no tratamento de pessoas que sofrem de depressão, distúrbios relacionados ao estresse e transtornos de ansiedade.

Acupuntura – usada no tratamento de muitas outras doenças no corpo, a acupuntura é uma abordagem médica tradicional chinesa que também pode ser usada como tratamento para transtornos mentais.

Isso faz uso de agulhas com vários tamanhos que são inseridos em diferentes pontos de pressão no corpo para controlar seu fluxo de energia.

Dieta e Nutrição

De acordo com estudos, dieta e nutrição afeta a maneira pela qual nossos cérebros funcionam.

Se ele é privado de certos nutrientes, o cérebro pode não funcionar da maneira que deveria ser.

Ingestão de vitaminas e nutrientes – De acordo com alguns estudos, existem vitaminas específicas que nosso cérebro precisa para produzir outros produtos químicos que são cruciais para manter nossos humores.

Além disso, algumas vitaminas são importantes na prevenção do desenvolvimento de distúrbios neurológicos e degenerativos, como a doença de Alzheimer.

Assim, a ingestão adequada dessas vitaminas e minerais, além da suplementação de nutrientes essenciais, é altamente recomendada para manter a saúde mental.

Os cuidados de saúde mental não precisam apenas incluir tratamentos médicos, o apoio de outras abordagens também é necessário para maximizar a possibilidade de recuperação do paciente.